Notícias

Eleita a Coordenação do Comitê Gestor da Salvaguarda do Tambor de Crioula do Maranhão Patrimônio Imaterial do Brasil

05/Jul/2012 Por Marcelo Manzatti


O Tambor de Crioula é uma forma de expressão de afro-brasileira que envolve dança circular, canto e percussão de tambores. Seja ao ar livre, nas praças, no interior de terreiros, ou associado a outros eventos e manifestações, é realizado praticado especialmente em louvor a São Benedito.

Em julho de 2007 o foi concedido ao Tambor de crioula do Maranhão o título de Patrimônio Imaterial do Brasil. O Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial, instituído pelo Decreto 3551/00, é um instrumento legal de preservação, reconhecimento e valorização do patrimônio cultural imaterial brasileiro, composto por aqueles bens que contribuíram para a formação da sociedade brasileira. Consiste na produção de conhecimento sobre o bem cultural imaterial em todos os seus aspectos culturalmente relevantes. Esse instrumento é aplicado àqueles bens que obedecem às categorias estabelecidas pelo Decreto 3551/00: Celebrações, Lugares, Formas de Expressão e Saberes, ou seja, as práticas, representações, expressões, lugares, conhecimentos e técnicas, que os grupos sociais reconhecem como parte integrante do seu patrimônio cultural. Em 13 de dezembro aconteceu a cerimônia de assinatura do Termo de Cooperação Técnica e de instalação oficial do Comitê Gestor da Salvaguarda do Tambor de Crioula. Após a assinatura do Termo, foi instalado oficialmente o Comitê Gestor da Salvaguarda do Tambor de Crioula, que já vem atuando desde 2008. O órgão é um colegiado autônomo de instituições e entidades que atuam com o tambor de crioula no Maranhão, criado com a finalidade de planejar e coordenar as ações de Salvaguarda da manifestação. Dentre as atribuições comuns a todos que assinaram o documento, destacam-se a colaboração na implementação integral do Plano de Salvaguarda, bem como na captação de recursos e parcerias para a iniciativa. Estão previstos, ainda, a promoção e valorização do tambor de crioula por meio de projetos de divulgação, fortalecimento, reprodução e transmissão de saberes relativos a esse bem cultural; o apoio ao processo de auto-organização das agremiações e grupos de tambor de crioula; e a colaboração n o desenvolvimento de pesquisas, mapeamento, cadastramento, inventário e documentação da manifestação popular. No último 14 de junho de 2012, no auditório Aloísio Magalhães da Superintendência do IPHAN no Maranhão, localizada na Rua do Giz, 235 – Centro, após um longo processo de análise, ocorreu a eleição da coordenação do Comitê Gestor da Salvaguarda do Tambor de Crioula, que tem como função principal gerir o plano de Salvaguarda, A casa do Tambor e o Pontão de Cultura do Tambor de Crioula Patrimônio Imaterial do Brasil, assim Constituído, para mandato de 02 (dois) anos:

COORDENAÇÃO GERAL – Neto de Azile

COORDENAÇÃO TÉCNICA -Lázaro de Oliveira Pereira

COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA – Ricardo Rocha

COORDENAÇÃO FINANCEIRA – Sildiléia Santos

Também no dia 18 de junho deste ano foi comemorado mais um aniversário do Tambor de Crioula do Maranhão na Praça Gonçalves Dias – São Luís, onde contou com a presença de mais de 20 grupos, ao mesmo tempo, festejando ao som dos seus tambores e reafirmando sua identidade para o Brasil e para o mundo. São Luís, 400 anos de Pungada de Coreiras.




Faça seu comentário