Notícias

Saúde do DF confirma um caso da gripe H1N1 e outras 59 suspeitas

05/Jul/2012 Por Correio Braziliense


Um morador de Águas Lindas de Goiás foi diagnosticado com a gripe H1N1. Além desse caso já confirmado, outras 59 pessoas apresentam sintomas semelhantes à gripe e aguardam o resultado dos exames laboratoriais para confirmar as suspeitas.

Segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, quase 305 mil pessoas foram vacinadas na campanha de vacinação da gripe em 2012, incluindo o público alvo indicado pelo Ministério da Saúde (idosos, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a 2 anos, gestantes e indígenas).

O período de imunização dos grupos prioritários começou em 5/5 e teve a data de encerramento prolongada para que as as metas fossem atingidas.

O ápice da contaminação pelo vírus H1N1 aconteceu em 2009, quando o Brasil registrou 2.060 mortes provocadas pela doença. A população, assustada com a pandemia, passou a se preocupar mais com a higienização, principalmente com o uso do álcool gel como forma de dificultar a contaminação pelo vírus.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou o fim da pandemia em agosto de 2010, quando foram diagnosticados 113 casos. Com o número pequeno de casos da doença em 2011 (27 casos), muita gente deixou a prevenção de lado.

O Sindicato das Farmácias afirma que vendia tanto álcool gel em 2009, ápice da contaminação pelo vírus, que, às vezes, faltava o produto nas prateleiras. Hoje, a comercialização é considerada inexpressiva.

Os sintomas da H1N1 são febre, tosse ou dor de garganta, somados a dor de cabeça, dores musculares ou nas articulações. Para se previnir, as orientações são lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar tocar a face com as mãos, proteger a tosse e o espirro com lenço descartável e evitar aglomerações e ambientes fechados.




Faça seu comentário